Mito do Java #5: Muito Código Desnecessário

Código desnecessário sempre foi algo que perseguiu o Java. A linguagem sempre teve a fama de exigir que o programador escrevesse muito código pra fazer coisas simples e corriqueiras. Por isso as pessoas acham que até hoje o Java é assim…

Só que as coisas mudaram, e o Java está permitindo que programadores escrevam códigos cada vez mais sucintos. E é justamente sobre este tema que eu falo no vídeo abaixo:

 

 

Infelizmente o passado do Java condena o seu presente. Mesmo com todas as mudanças que a linguagem vem sofrendo nos últimos anos, os programadores continuam achando que algumas coisas são verdades. E o fato do Java exigir bastante código desnecessário pra fazer coisas pequenas é um dos exemplos de MITOS da linguagem.

O principal aliado da linguagem Java contra o excesso de código desnecessário são as Expressões Lambda. Introduzidas no Java 8, elas permitem que funções sejam passadas como parâmetro.

Na verdade as Expressões Lambda não são novas. Elas são um conceito que vem do paradigma de programação funcional, e outras linguagens de programação também possuem suporte a elas. Esse tipo de construção sintática no Java, antes da versão 8, sempre foi feita por meio de classes anônimas, que exigem uma quantidade razoável de código e não são simples de entender pra quem está iniciando no mundo do Java.

A possibilidade de substituir um objeto de uma classe anônima por uma Expressão Lambda já permite reduzir bastante alguns códigos (no vídeo eu mostro um exemplo de ordenação de elementos em uma lista, que pode ser feita usando apenas uma única linha de código).

Mas Expressões Lambda são apenas um exemplo. A equipe de arquitetos da Oracle sabe da necessidade de deixar a sintaxe do Java mais simples e tem trabalhado pra isso nos últimos anos. Novas formas de implementar tarefas corriqueiras vêm sendo implantadas na linguagem, que cada vez mais está evoluindo em direção à simplicidade.

Você sabia da existência das Expressões Lambda em Java? Muita gente sequer sabe que elas existem, por serem um recurso relativamente novo. Mas se você é meu aluno no curso de Java Avançado aqui na Softblue, já está por dentro tanto de Expressões Lambda como de classes anônimas, que são temas vistos neste curso 🙂 Recomento muito que você aprenda sobre elas!

Sobre o autor

Carlos Tosin

Carlos Tosin

Carlos Eduardo Gusso Tosin é formado em Ciência da Computação pela PUC-PR, pós-graduado em Desenvolvimento de Jogos para Computador pela Universidade Positivo, Mestre em Informática na área de Sistemas Distribuídos, também pela PUC-PR. Trabalha profissionalmente com Java desde 2002 e possui 6 anos de experiência no desenvolvimento de sistemas para a IBM dos Estados Unidos, utilizados a nível mundial. Atua desde 2005 com treinamentos de profissionais em grandes empresas e escreveu diversos artigos para a revista Java Magazine. Possui as certificações da Sun (agora Oracle) SCJP, SCJD,SCWCD, SCBCD, SCEA, IBM SOA e ITIL Foundation.

Comentários (2)

  • Paulo Franco

    Boa Noite, Carlos Tosin, não irei me matricular agora com voces,pois estou desempregado,tenho 62 anos ,adoro programação(principalmente de jogos),mas logo que eu tiver um ganho garantido ,IREI ME MATRICULAR com voces,pois as explicações são ótimas.

  • MARCELO RAGNELLI FRIGERIO

    Carlão, sou aluno da SoftBlue há bastante tempo e curto muito o trabalho de vocês mas vou te dizer uma coisa. Essa vinheta dos vídeos do blog é muito estranha cara, rsrsrsrsrs, principalmente aquela entonação de vocês antes de começar a vinheta. Aposto que foi ideia do André. Muda aí por favor. kkkkkk Brincadeira. Abração para vocês.

Deixe uma resposta para MARCELO RAGNELLI FRIGERIO Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *